Marley

23/10/2015

10919050_911964112182132_576685258342038523_n

10919050_911964112182132_576685258342038523_n

Nós, cidadãos do bem, somos os primeiros responsáveis pela garantia do bem-estar e do futuro de nossa cidade, Estado ou nação

Meu nome é Marley, nasci em Belo Horizonte, mas mudei para Lagoa Santa quando tinha sete anos. Na juventude, voltei para BH e, agora, estou de volta em Lagoa Santa.

Sou jornalista, trabalho na redação de um jornal e revista e também presto assessoria para algumas empresas. Meus dias são muito corridos. Como uma típica geminiana, tento fazer muita coisa ao mesmo tempo, já que tenho uma enorme dificuldade em dizer não a alguém. Peco por não servir direito ou a tempo, mas quase nunca por dizer não. Inclusive,tenho trabalhado isso com meu terapeuta.

Conheci o Grupo Escola Amizade e Amor em meados de 2014. Eu trabalhava no Jornal O Tempo/Super, em Contagem, quando descobri um problema de coluna causado pela vida corrida, desgaste diário no trânsito e estresse. Resolvi pedir um tempo e voltei para Lagoa Santa com o intuito de apenas estudar e descansar até o final no ano, para tratar a coluna. Um dia, em uma festa, minha amiga Érica me contou apaixonada sobre os projetos da organização social onde ela estava trabalhando. Falamos muito sobre projetos de leitura, literatura, poesia e, então, meus olhos brilharam e me deu uma vontade enorme de participar.

Após nossa conversa, conheci a Teresa, presidente do GEAA, e ela me deu a oportunidade de trabalhar lá. Me apaixonei. A princípio, tudo era novidade, pois até então eu nunca havia atuado diretamente no Terceiro Setor, senão através de programas de igrejas evangélicas. Meu pai era pastor e a família toda era engajada a ajudar a população de onde morávamos.

webSinto muito admiração peloGEAA. Só de conversar com a Teresa, eu sentia uma vontade enorme que o tempo passasse e me desse a chance de ser 50% do que ela é. A forma como ela traz os profissionais para que atue da melhor maneira possível, o comprometimento com a sociedade, a empatia com os profissionais e os assistidos, tudo isso são inspirações para mim, assim como o comprometimento e a criatividade dos coordenadores, dos educandos. Sinto-me íntima doGEAA, como se fosse parte da minha casa, parte da minha vida. As crianças e adolescentes, tanto do GEAA, quanto da escola, onde a organização social também atuou, não saem da minha memória e sempre que posso, em todas as oportunidades que vejo, tento de alguma forma beneficiá-los.

Como jornalista, segundo o código de ética brasileiro, é meu dever defender os direitos do cidadão, contribuindo para a promoção das garantias individuais e coletivas, em especial as das crianças, dos adolescentes, das mulheres, dos idosos, dos negros e de todas as minorias. E é o que procuro fazer sempre. Identificar os coagidos, violentados, acuados, sem direito a educação, explorados de qualquer natureza, é mais do que uma obrigação pra mim. Procuro garantir que eles estão sempre seguros.

Sinto que minha missão na Terra é, sobretudo, social. Então, me sinto como uma fiscal em constante atuação. Busco apoiar programas e ações que estimulem as crianças e os adolescentes a quererem aprender mais. Gosto de apresentar a eles novas culturas, movimentos e ações culturais que são desconhecidos, apresentá-los novos lugares…Gosto também de trabalhar a autoestima através da imagem, por eu gostar de fotografias, sempre utilizo essa ferramenta para trabalhar principalmente adolescentes.

Toda criança e adolescente tem a perfeita condição de se formar em um cidadão de bem. Basta ter uma oportunidade. E o conhecimento é a principal porta para tais oportunidades, portanto, qualquer um pode passar o mínimo de conhecimento sobre qualquer cultura ou qualquer outra experiência. Não adianta convivermos com crianças exposta a situações de riscos impostos pela sociedade com a ideia de que apenas o governo deve se responsabilizar por isso. Nós, cidadãos do bem, somos os primeiros responsáveis pela garantia do bem-estar e do futuro de nossa cidade, Estado ou nação.

Você também pode contribuir com o Grupo Escola Amizade e Amor e ajudar na garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes! Acesse nosso site e saiba como ajudar!

web2

Gostou deste conteúdo? Deixe um comentário!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>